ce.abra
Paulo Solmucci, Jair Bolsonaro e Paulo Nonaka na abertura do 32º Congresso Abrasel


O presidente da República, Jair Bolsonaro, voltou a mostrar apoio pela retomada econômica do País. Na noite dessa terça-feira (25) na abertura do 32º Congresso Nacional Abrasel, Bolsonaro afirmou, em um painel com empresários de bares e restaurantes, que saúde e emprego caminham juntos. “Se a economia vai mal, o País vai mal”.
Bolsonaro também criticou ação de alguns governos estaduais no combate a pandemia causada pelo novo coronavírus. “Vários governadores foram além (de suas funções). Coube a mim destinar meios e recursos para a recuperação da economia. Temos a obrigação de guiar o País para retomar a economia e a normalidade”, disse o presidente ao lembrar que os trabalhadores informais, por exemplo, foram os primeiros a serem atingidos pelo ‘fechamento’ das cidades.

A sensibilidade e rapidez na tomada de decisão do Governo Federal também foi reconhecida e elogiada pelo presidente da Abrasel, Paulo Solmucci, que lembrou que ainda na primeira quinzena de março, foi ouvido com atenção por Jair Bolsonaro e Paulo Guedes sobre o colapso que viria assolar a economia do Brasil. O setor de alimentação fora do lar é o que mais emprega no País, antes da pandemia gerava 6 milhões de empregos diretos. “O presidente precisou de 15 minutos para se convencer. Rapidamente nos reunimos com Paulo Guedes que soltou poderosas medidas que evitaram um caos ainda maior”, resumiu Solmucci.

O presidente da Abrasel também criticou a falta de diálogo com governos estaduais e municipais, com diferentes planejamentos e protocolos que aumentaram o sofrimento e o desemprego em grandes cidades. Solmucci lembrou o caso de Belo Horizonte, que passa pela maior quarentena do mundo, com bares e restaurantes sem abrir suas portas há mais de cinco meses. “Erramos na gestão do problema”, disse. “Está na hora de o País reconhecer que a conta (do colapso econômico) vai para poucos. Nós não merecemos pagar sozinhos”, finalizou.

Prestígio de peso

O painel também contou com as presenças do presidente do Conselho Nacional de Administração, Paulo Nonaka; da líder do Conselho Nacional da Abrasel, Rosane Oliveira, do vice-governador do Distrito Federal, Paco Britto; do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho e também do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

Três dias de informação e conhecimento

O 32º Congresso Nacional Abrasel, o melhor encontro de inteligência do setor de alimentação fora do lar segue agora com três dias de palestras e painéis com a presença de grandes líderes empresariais. O evento reúne até 28 de agosto, os principais líderes empresariais e da gastronomia para discutir os desafios e apresentar propostas para ganho de produtividade em bares, restaurantes e afins e levar informação e conhecimento para todos que se interessem. Acesse congressoabrasel.com.br e faça já gratuitamente a sua inscrição.


Junto à programação técnica, com painéis e palestras, os participantes poderão desfrutar da feira virtual, com a presença dos principais parceiros da entidade. E, em paralelo, é realizado o Mesa ao Vivo Brasília. Mais produtividade e rendimento para quem trabalha no setor.

O 32º Congresso Nacional Abrasel é uma realização da Abrasel e Mundo Mesa, tem apoio da Abipesca e Fispal Food Service, parceria da Unecs e conta com o patrocínio bronze da Cachaça 51, Grupo Petrópolis e Totvs. O patrocínio ouro conta com Alelo, Ambev, Banco do Nordeste, Banco do Brasil, Coca-Cola Brasil, Ecolab, Sebrae, Sodexo, Stone, Souza Cruz e Ticket. A parceria de mídia conta com a revista Bares & Restaurantes, Prazeres da Mesa e o jornal Correio Braziliense.

Serviço:
32º Congresso Nacional Abrasel | Mesa ao Vivo Brasília
Dias 26, 27 e 28 de agosto
Mais informações e inscrições gratuitas:congressoabrasel.com.br

Comentários